CONSULTAS
(31) 3281-3926 | (31) 98831-1002

Menu

Declaração de Direitos da Pele

Declaração de Direitos da Pele defende cuidado com o órgão vital sem o qual seria impossível sobreviver

A pele funciona como uma barreira contra infecções e outros agressores que vêm de fora do organismo, muitas vezes não tem o cuidado que merece

A pele é o maior órgão do corpo humano. É ela que determina os limites entre uma pessoa e o mundo lá fora. É ela que nos dá a percepção de tato, temperatura, pressão, calor e dor. É por meio desse órgão que podemos distinguir texturas e manifestar carinho tocando outro ser. Para compreender determinadas emoções, dizem que é preciso “sentir na pele”, esse órgão vital sem o qual seria impossível sobreviver. A pele funciona como uma barreira contra infecções e outros agentes agressores que vêm de fora do organismo. É como se fosse a protetora do corpo e, ao mesmo tempo, o seu cartão de apresentação. Mas mesmo sendo tão importante, em boa parte das vezes ela não é tratada com o cuidado que precisa – e merece.

Para defender o cuidado com esse órgão fundamental em nossas vidas, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) está lançando a Declaração de Direitos da Pele. De acordo com Gabriel Gontijo, presidente da instituição, a campanha visa esclarecer a população sobre os cuidados necessários com a pele. A ideia é conscientizar a população sobre os direitos e deveres para manter a pele saudável e, por que não, linda de viver. “As pessoas têm o direito de ter uma pele bonita, mas também de procurar um especialista que saiba fazer isso de maneira adequada. Parecer saudável nem sempre significa estar saudável”, alerta.

O direito de cuidar da pele vale para todas as pessoas, de todas as raças, cores, origens e classes sociais, como a gestora de comunicação Simone Maia Caetano, de 45 anos, e a professora de educação infantil Maria da Silva Pereira, de 62, que gosta de ser chamada de Lu. Ambas fazem questão de cuidar da pele sob a orientação de um dermatologista. A primeira usa a rede privada de saúde. A segunda conseguiu tratamento num hospital público. “Estou me sentindo mais bonita, pois fiz um peeling que sumiu com as manchinhas marrons que tinha no rosto”, revela Lu. “Desde os 27 anos, acho que nunca passei um inverno sem ácido retinoico – substância antienvelhecimento da pele – todos os dias”, afirma Simone.

AGENDE SUA CONSULTA POR TELEFONE:
(31) 3281-3926 OU (31) 98831-1002

Declaração dos  direitos  da pele

Artigo 1 
Toda pele tem direito à saúde: e parecer saudável é muito diferente de estar saudável, inclui o direito a consultas regulares com um especialista e cuidados de rotina.

Artigo 2 
Toda pele tem direito ao sol consciente: e a ficar exposta, ao sabor do vento, da água, de ter sua cor respeitada.

Artigo 3
E, por isso, toda pele tem o direito à proteção: não qualquer proteção, mas proteção com esclarecimento, proteção de um especialista.

Artigo 4 
Toda pele tem direito de tocar e ser tocada: porque o tato é nosso primeiro sentido e interface com o mundo. E sua integridade deve ser buscada durante toda a vida.

Artigo 5 
Toda pele tem direito à beleza: que vai além da vaidade. É o direito fundamental de manter a autoestima; que não aceita qualquer coisa, por qualquer preço, de qualquer um.

Artigo 6 
Toda pele tem direito à informação: direito a informações reais e atualizadas para suas dúvidas e preocupações, de fontes confiáveis e comprometidas com a verdade, acima de tudo.

Artigo 7
Toda pele tem direito a atendimento médico de qualidade: direito de ter informações e tratamentos apropriados quando necessário, tanto para suas doenças quanto para os cuidados preventivos, incluindo cabelos e unhas.

Artigo 8
Toda pele tem direito a conhecer as tecnologias e avanços científicos: direito de ser atendida pelo especialista qualificado e com a responsabilidade necessária para a indicação  e aplicação correta de novos medicamentos e equipamentos.

Artigo 9
Toda pele tem direito a um tratamento digno: direito a ouvir um médico especialista, antes de qualquer escolha. E direito de saber quando não está sendo atendida por um.

Artigo 10 
Toda pele tem o direito a um médico dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia: A Dra Tânia Nely Rocha Coordenadora do Departamento de Psicodermatologia em 2015/2016 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Coordenadora de Grupo de Apoio a Pacientes com Vitiligo (Vitiligo Grape SBD BH/MG).

AGENDE SUA CONSULTA POR TELEFONE:
(31) 3281-3926 OU (31) 98831-1002

Fique por dentro das últimas descobertas dermatológicas
no Brasil e no Mundo. É prático e livre de SPAM.